CABELOS

Beleza Cabelos Pele Colaboradores Fale Conosco

Novos cremes com protetores solares ajudam a prevenir os danos causados aos fios pela exposição solar

 

O sol é o vilão número um do cabelo bonito. A radiação acelera a descoloração do fio, que fica mais amarelado, sobretudo nas pontas. Quando toma muito sol, o fio perde a elasticidade característica, ficando mais poroso e desbotado.

Deve-se usar os cremes com agentes fotoprotetores para os cabelos, que formam um filme sobre os fios, protegendo-os dos danos causados pelos raios de sol. Os filtros empregados são os mesmos dos bloqueadores solares. A textura também é mais leve do que os cremes faciais e corporais, para não deixar os fios com aspecto sujo e pesado. Em tempo: há várias marcas disponíveis no mercado.

 

Caspa - Saiba como tratar e previnir

 

Geralmente a gente pensa que a caspa é um problema capilar porque a manifestação física desta doença se apresenta no cabelo. Porém, tanto suas causas quanto seus sintomas aparecem, realmente, na pele que recobre o crânio: o couro cabeludo.
O nome científico deste problema é dermatite seborréica e é uma inflamação da pele. A caspa não é mais que uma manifestação visual desta enfermidade.

 

As causas

As causas, da caspa derivam de vários aspectos. E ainda que não exista uma causa única para o surgimento da seborréia, e que não tenha sido identificado com precisão todos seus possíveis motivos, a ciência avançou bastante em seus estudos.
Um dos motivos que origina este incômodo está relacionado ao fato de que a caspa aparece em áreas que têm altas concentrações de glândulas sebáceas. A insuficiente atividade destas glândulas ou, pelo contrário, a produção em excesso das mesmas, pode criar escamação da pele, assim como cabelos quebradiços e excesso de gordura.
Algumas das causas que podem favorecer a aparição e/ou a proliferação da caspa podem ser atribuídas,  à estafa crescente, ao estresse ou a problemas digestivos. Análises científicas revelam que o pityrosporum, um pequeno fungo, pode crescer na cabeça, fazendo a dermatite mais persistente.

 

Processo e manifestações da dermatite seborréica

 

Como a caspa é uma doença cutânea, pode ser compreendida ao conhecer os ciclos da pele. A pele do couro cabeludo, como a do resto do corpo, se renova a cada 20 ou 30 dias. Trata-se de um processo natural que permite explicar a origem da caspa na aceleração do processo citado, acompanhado de um desequilíbrio da flora microbiana, resultando na enfermidade e na descamação excessiva do couro cabeludo.
Quando isto acontece, se produz a alteração denominada caspa, que constitui um verdadeiro problema estético e que requer urgência no tratamento médico.
A caspa não se apresenta só na cabeça, podendo ocupar outras áreas pilosas do corpo como rosto, buço, sobrancelhas, condutos auditivos, axilas e virilha. Nesses casos se manifesta como placas descamativas, inflamatórias, amarelas e oleosas.


Prevenção e cura

A base dos tratamentos da caspa é a utilização de xampus anti-seborréia. Ainda que seja difícil prevenir e não exista tratamento médico que elimine algumas das causas, quem já contraiu esta doença ou percebe alguns dos sintomas - mesmo que seja de maneira muito leve - pode tratar seu cabelo como se tivesse caspa.
Neste sentido, os xampus devem conter os seguintes elementos: ácido salicílico, alcatrão, enxofre e sulfuro de selênio. O xampu deve ser utilizado diariamente, segundo as recomendações dos dermatologistas.
Em alguns casos, a seborréia apresenta uma dimensão de inflamação tal, que são requeridos tratamentos mais fortes, sempre sob a supervisão de um especialista.
Seja qual for o tipo de caspa e a origem dela, as soluções ou precauções também podem provir da medicina natural, especialmente quando a doença está em um estágio inicial. Em todos os casos, deve-se consultar um especialista médico.


rosana@jmrs-web.com.br